Certifixe

English

Publicado em 26.11.2012

Caos bate ponto em cartório oficializado do bairro de Brotas em Salvador (BA)
A placa diz tudo

Caos bate ponto em cartório oficializado do bairro de Brotas em Salvador (BA)


A situação do Cartório de Registro Civil das Pessoas Naturais do Subdistrito de Brotas, localizado na Avenida Dom João VI, está difícil tanto para os funcionários como para as pessoas que procuram os serviços. Demora no atendimento e no recebimento dos documentos, chegando a levar meses; falta do selo junto do carimbo que atesta a veracidade do documento;.falta de oficial de cartório, pela manhã, para assinar a documentação; falta de segurança; falta de água e sanitários para clientes.

Ednaldo Bernardes contou que há nove dias espera a 2ª via da certidão de nascimento do filho e que os funcionários alegaram que está faltando um selo.”Marcaram para vir hoje (ontem), dei entrada no dia 14, mas depois de longa espera me falaram que não tem selo para colocar na certidão”, desabafou. Há mais tempo Adriana Gonçalves aguarda a 2ª via da certidão de nascimento, cerca de dois meses. “Chegou o ponto de eu ter que ir no Ministério Público para reclamar. O Ministério deu um prazo de 15 dias para que o cartório me entregasse o registro, estou aqui há mais de duas horas e disseram que ainda não chegou”, denunciou.

Já Carlos Melo que também estava esperando a 2ª via da certidão de nascimento da filha mostrou um recibo, datado de 14 de novembro, indicando que deveria retornar no dia 23 para pegar o documento. “Acontece que cheguei cedo e a funcionária alegou que não tem selo para colocar no papel e o pior é que nem sabem quando vai chegar”.

A oficial do cartório, que se encontrava no local, pela manhã, não quis prestar nenhuma informação à imprensa, solicitou que seu nome não fosse publicado, alegando que já estava sendo transferida para um Cartório da Barra e que só podia resumir tudo em duas palavras: “Situação caótica”.

Entretanto as funcionárias, já que o quadro a maioria é de mulheres, fizeram várias reclamações, embora não quisessem também que os nomes fossem divulgados. Contaram que o cartório necessita urgentemente de mais funcionários, devido ao grande fluxo de pessoas já que atinge o bairro de Brotas que é um dos maiores de Salvador (abrange vários bairros como Engenho Velho, Luiz Anselmo, Cosme de Farias, Matatu, Vila Laura e Cidadela) .

“Outra coisa que não há aqui é segurança, pois devido à precariedade do serviço, muitas vezes somos insultadas pelas pessoas que não aceitam os diversos problemas e acham que nós que somos culpadas, quase nos agridem fisicamente”, contou uma funcionária. A maioria afirmou que está com uma série de problemas de saúde devido aos transtornos enfrentados.

Como o cartório está ligado à Corregedoria Geral da Justiça do Estado da Bahia, a reportagem entrou em contato com a assessoria, mas até o fechamento da edição não houve nenhum retorno.



Fonte: Arpen-SP

+ ver todas

Parceiro

Correios

Site seguro

RapidSSL

Formas de pagamento

Visa, Mastercard, Transferência bancária, Boleto bancário

ACESSO RÁPIDO

Novo Pedido